BLOG

[Ambientes contam histórias] Flat com jeitinho de casa

como decorar um apartamento pequeno

 

Espaços reduzidos? Sim! Mal aproveitados? Jamais!

 

Se você parar tudo que está fazendo agora e for procurar um novo apartamento para morar, vai perceber que a grande maioria dos novos imóveis está menor do que gostaríamos. E talvez você se desespere com o fato de que tudo que você acumulou (sim, eu disse acumulou) durante toda a vida não cabe em tão pouca metragem!

 

A verdade é que tem muita gente querendo morar no mesmo lugar e pouca oferta de espaço. E como consequência, têm-se imóveis cada vez menores e moradores, arquitetos e designers cada vez mais criativos, não só para aproveitar cada cantinho da melhor forma possível, mas para acumular menos e viver somente com o que é essencial! 😉

 

Morar em um imóvel com medidas enxutas quer dizer que você viverá apertado e com pouco conforto?

 

NÃO! Só quer dizer que você terá que se esforçar um pouco mais para planejar e aproveitar cada centímetro quadrado da forma mais consciente e eficiente… fazendo escolhas acertadas e selecionando a dedo cada móvel e objeto que irá entrar no seu projeto!

 

E o que isso tem a ver com o projeto que eu vou apresentar hoje?

 

A história do projeto a seguir é a de um flat com 30m², localizado em uma área nobre de Brasília e que apareceu pra mim assim, meio vazio, sem graça e um pouco branco demais. O que pra mim não é  problema, já que eu adoro encarar esse tipo de desafio como “telas em branco”, prontinhas pra receber minhas pinceladas de aconchego e carinho!

 

Foto Antes

 

E que tipo de ajuda esse flat precisava?  

 

Ele queria parecer maior, mais aconchegante e convidativo aos possíveis moradores (a pretensão do seu dono é aluga-lo para pessoas que moram e trabalham durante a semana em Brasília e voltam aos finais de semana para suas casas). E acima de tudo, ele queria parecer com uma casa e não com um quarto de hotel, que você entra, dorme e vai embora depois de algumas horas!

 

E mais! Todo esse “milagre” deveria acontecer sem quebrar nenhuma lasquinha sequer de piso ou parede! E pra completar o desafio, o projeto deveria ser todo executado pelo cliente, SOZINHO, apenas com minha consultoria on line (já que o projeto seria executado em Brasília e eu moro em Niterói)!

 

Será que é possível?

 

É sim senhor!! Vou te mostrar como!

 

Quais as demandas do projeto?

 

Para deixar o cliente feliz e o apartamento com jeitinho de casa, esse projeto deveria ter:

 

1- Espaço para trabalho

2- Espaço para refeições rápidas e cozinha com geladeira

3- Armários bem planejados

4- Espaço de entretenimento e descanso

 

 

Quais as melhores soluções para resolver essas demandas?

 

1 – Setorização do espaço

 

Esse foi o primeiro passo pra começar a resolver esse projeto (Você ainda não sabe o que é setorização? Então dá uma olhada nesse post aqui)

 

flat Brasilia - setorização

 

Dica: a divisão do ambiente por categorias ajuda no melhor aproveitamento do espaço e distribuição do mobiliário

 

2 – Definição do layout (distribuição do mobiliário no espaço)

 

Depois de dividir o espaço, é hora de definir  tipo, tamanho e locação do mobiliário. Tudo isso respeitando os padrões de ergonomia e o briefing, feito antes de iniciar o projeto .

 

flat Brasilia - layout

 

3 – Truques de marcenaria e delimitação de espaços

 

Não é novidade pra ninguém que marcenaria planejada ajuda (e muito) na hora de aproveitar cada centímetro de um ambiente pequeno. E o grande segredo pra fazer tudo funcionar é usar os armários como peças de um grande quebra cabeça, que se encaixam perfeitamente. Isso te ajudará a aproveitar cada espaço existente da melhor forma possível.

 

Tem algum truque pra fazer aquele pilar indesejado desaparecer? Tem sim!

 

 E mais.. também tem truque par fazer “desaparecer” os milhares de fios da TV e aparelhos de som, tv a cabo e companhia!

 

Desde o começo o dono do apartamento disse que a TV deveria ficar presa à parede. Mas com um pilar enorme posicionado exatamente onde o aparelho deveria ficar, juntamente com a necessidade de NÃO promover nenhum tipo de quebradeira, faziam essa missão parecer impossível!

 

para ver mais visite: www.caroldias.net.br

 

E é bem ai que entra o maior truque e meu maior aliado nesse projeto: o painel de madeira que delimita toda a área do quarto.

 

flat Brasilia - integração sala de jantar e quarto

 

Além de esconder o pilar, a fiação e me possibilitar prender a TV na parede, o painel de madeira me ajudou em mais outras duas questões: 1- Delimitar e criar uma separação visual entre quarto e sala de jantar/cozinha. 2- Aquecer o ambiente e deixa-lo mais confortável e aconchegante.

** Repare também no espaço deixado (propositalmente) ao lado do rack para guardar uma mala 😉

 

Outro pedido do cliente, era que existisse separação entre a sala/ cozinha e área do quarto. Para resolver essa questão sem perder iluminação natural e sem deixar a sala parecendo apertada e mal distribuída, eu acrescentei essa estante vazada na parte superior e com armário fechado na parte inferior.

 

flat- Brasilia estante

 

flat Brasilia - detalhe mesa trabalho

 

A área de trabalho foi criada entre o rack da TV e a estante que separa os ambientes. E sabe aquele armário fechado embaixo da estante? Serve para guardar documentos e objetos pessoais,  ajudando a manter o espaço organizado 😉

 

flat Brasilia - painel tv

 

4 – Marcenaria planejada e aproveitamento dos espaços

 

Como a ideia principal do projeto era construir um espaço que, mesmo sendo um flat, pudesse atender ao morador como uma casa, uma das maiores preocupações do meu cliente, era com o aproveitamento do espaço e com a quantidade de armários.

 

Para atingir esse objetivo, transformei cada espaço que poderia se tornar ocioso, em espaço útil, aproveitando-os como nichos para copos, espaços para armazenar bagagem, sapateira…

 

Em vez de comprar uma cama box comum, eu sugeri que fizéssemos uma cama em marcenaria, com nichos para servir de sapateira e guardar outros pequenos objetos.

 

Flat Brasilia - vista da cama

 

No banheiro, para criar espaço para produtos de higiene e beleza e evitar que eles ficassem espalhados pela bancada, criei um armário alto e raso com portas de correr.

 

gif-banheiro

 

Ao lado da geladeira, fazendo acabamento do armário do quarto e escondendo a lateral do eletrodoméstico, aproveitei o espaço criando nichos para copos e pequenos objetos.

 

flat Brasilia - cozinha2

 

Mesmo o apart hotel oferecendo serviço de quarto, o cliente me pediu a opção de ter um armário para produtos de limpeza e tábua de passar. E assim, o armário que serviria para fazer continuação da cozinha e esconder o fundo da geladeira, se transformou nesse armário com prateleiras internas e espaço para vassouras e tábua de passar.

 

gif-armário-limpeza

 

5 – Multiplicação visual do espaço

 

Por último, e não menos importante, o “truque” do espelho.

 

Para ajudar a sala de jantar parecer maior e mais iluminada, eu usei um espelho em toda extensão da parede que delimita esse espaço.

 

flat Brasilia - sala de jantar

 

O fim da história e sucesso da execução do projeto

 

De nada adianta ter um projeto lindo, planejado com todo carinho e cuidado se ele não for executado nos seus mínimos detalhes. Se você tiver lido esse post desde o começo, viu lá nas primeiras linhas que eu disse que o projeto deveria ser executado pelo cliente.

 

E pra te dizer a verdade, o projeto foi todinho executado por ele, que desde o começo da obra deixou claro para todos os profissionais envolvidos que, nas palavras dele: “o projeto deveria ser executado exatamente como estava desenhado naquele caderno de especificações.”

 

E mais!! Ele cuidou pessoalmente para que tudo saísse conforme o planejado, e brigou com todos que quiseram mudar algum detalhe. (eu contei um pedacinho da história dele lá no instagram- @ultimasdacarol, segue lá :)).

 

Ele me matou de curiosidade durante todo o processo de execução do projeto, porque não quis me mandar nenhuma foto antes que estivesse tudo pronto. E depois me encheu de orgulho quando cedeu à minha insistência e mandou um foto de tudo quase pronto! Executado exatamente como, nós dois, havíamos planejado. Porque, não… eu não projeto nada sozinha; e sim… o sucesso de cada projeto depende, não só de mim, mas do cliente também!

 

Então, pra finalizar, eu gostaria de agradecer esse cliente querido! Não só por confiar em mim e no meu trabalho, mas por ter a convicção, desde o começo, de que pra ter sucesso nessa jornada ele também deveria se empenhar. E (mesmo não sendo arquiteto/designer, trabalhando em tempo integral, estudando a noite e fazendo outras centenas de atividades) ele se empenhou, deu o seu melhor e esse é o resultado final (com direito a foto de antes e depois) desse trabalho que enche meu coração de orgulho!

Não só pelo resultado estético, mas pela dedicação e o carinho do cliente em fazer a magia acontecer!!

 

flat Brasilia - antes e depois

 

Espero que esse flat com jeitinho de casa renda bons frutos tanto para o meu cliente quanto para os clientes dele, que morarão lá em breve!

 

Bom, esse é o resultado do nosso trabalho! Espero que você tenha gostado e que sirva de inspiração para você fazer seus projetos acontecerem.

 

E ai? Curtiu a história desse cliente que conseguiu transformar o apartamento sozinho? Se interessou e quer fazer o seu também?

 

Então dá uma espiada no Projeto Share ou entre em contato comigo! 🙂

 

Tem algum amigo que você acha que pode se interessar por esse post?! Então bora compartilhar!

 

Porque informação útil a gente compartilha!! 🙂

 

Beijos e até a próxima!

 

Carol Dias

 

4 Comments

Cristiene Camara

Carol, trabalho incrível!!!! Parabéns querida!!!!!

Reply
Fernanda Rodrigues

Muito lindo…muita inspiração. Parabéns!

Reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *